MTur prorroga prazo para abertura do sistema de atualização do Mapa do Turismo Brasileiro - Ale Lontra
Carregando...
NotíciasTurismo

MTur prorroga prazo para abertura do sistema de atualização do Mapa do Turismo Brasileiro

Reunião do MTur com os interlocutores estaduais do Programa de Regionalização do Turismo (PRT) - Foto: Ale Lontra

A medida possibilitará a realização de testes para conferir maior assertividade durante o período de cadastramento, elucidando quaisquer dúvidas neste processo

O Ministério do Turismo realizou reunião online nessa quinta-feira 13/01, com as presenças da secretária nacional de Atração de Investimentos, Parcerias e Concessões (SNAIC), Débora Moraes da Cunha Gonçalves, Ministério do Turismo; da Coordenadora Geral de Áreas estratégicas para Desenvolvimento Turístico do Ministério do Turismo, Ana Carla Moura e dos interlocutores estaduais do Brasil, ocasião em que foi comunicado que a partir desta sexta-feira (14.01), fica prorrogado o prazo para abertura do sistema de atualização do Mapa do Turismo Brasileiro. O objetivo é realizar um período de teste com a rede de interlocutores estaduais antes do início oficial do período de cadastramento de novas cidades ou de atualização de informações sobre os destinos turísticos brasileiros. Com isso, a expectativa é de que a abertura ocorra no dia (26) de janeiro.

“Neste processo de atualização do Mapa contamos com a importante parceria da Rede de Interlocutores Estaduais do Programa de Regionalização do Turismo, que disseminam as informações para os demais interlocutores regionais e municipais. Juntos, agora, estamos testando a nova plataforma que, em breve, será disponibilizada a todos. Essa preparação é essencial para que possamos difundir conhecimento e ampliar a representatividade dos municípios brasileiros”, destacou o ministro do Turismo, Gilson Machado Neto.

A principal novidade da nova edição é que o Mapa do Turismo, que antes era atualizado a cada dois anos, poderá ser atualizado a qualquer tempo. Com isso, os gestores municipais poderão cadastrar seus municípios e incluir os documentos necessários sempre que quiserem, desde que atendidos os critérios, as orientações, os compromissos e os procedimentos regulamentados pelo Ministério do Turismo.

Posteriormente ao preenchimento das informações pelos municípios, os órgãos oficiais de turismo das unidades federativas deverão revisar os dados, homologar o cadastro e validar sua composição e regiões turísticas, bem como apresentá-los ao Conselho ou Fórum Estadual de Turismo.

Com o cumprimento do novo cronograma publicado na Portaria MTur 3/2022, e apresentação da nova versão do Mapa, prevista para março de 2022, os estados e o DF, por meio de seus órgãos oficiais de turismo, terão 30 dias para homologar os cadastros dos municípios no sistema do Mapa e enviar para aprovação do Ministério do Turismo, que terá 15 dias para realizar a aprovação e incluí-lo no sistema. Após a inclusão, este cadastramento terá validade de um ano.

Além dos critérios já conhecidos, foi adicionado na plataforma um novo campo para preenchimento obrigatório denominado “Atividade Turística”, cujo objetivo é obter uma base de dados sobre a atividade turística dos municípios, que orientará a atuação do Ministério do Turismo no desenvolvimento das políticas públicas.

MAPA DO TURISMO BRASILEIRO – É um instrumento gerido pelo Ministério do Turismo que reúne municípios turísticos ou impactados de alguma forma pelo setor, possibilitando a identificação das necessidades de investimentos e ações de promoção de cada região do país. A última atualização do Mapa do Turismo Brasileiro foi lançada pelo Ministério do Turismo em 2019 e reuniu 2.694 cidades de 333 regiões turísticas, seguindo vigente até o primeiro trimestre de 2022.

No Mapa do Turismo Brasileiro 2019, que pode ser consultado AQUI, os municípios estão agrupados em cinco diferentes categorias, definidas como A, B, C, D e E. A classificação leva em conta o desempenho da economia do turismo dos municípios, como a quantidade de meios de hospedagem, empregos gerados no setor e recebimento de turistas.

MTur

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *